nova logo IAC

A Teoria do ciclo do dia de merda

12/09/2019

Uma vez uma pessoa me disse que não sabia o motivo, mas sempre chegava ao final do dia estressado. O estresse era tão grande que ela não conseguia dar uma atenção de qualidade para seus filhos. A irritação cotidiana era também responsável por inúmeras brigas com sua esposa.

Então, ao conversar com essa pessoa, eu criei “A Teoria do Ciclo do Dia de Merda”. Percebi que o nível de estresse vai aumentando ao longo do dia, como resultado de um ciclo de acontecimentos. Lembra-se daqueles jogos em que o jogador precisava realizar algumas ações para encher a barra de força do seu avatar para, então, poder usar determinado poder? Um dia ruim é, para mim, o resultado de enchermos a barra do estresse que temos em algum lugar da nossa mente.

As interpretações que damos às decisões que tomamos durante o dia são as responsáveis pelo enchimento da nossa barra de estresse diariamente. Uma decisão ou um acontecimento não é bom ou ruim, é somente uma decisão ou um acontecimento. Nós é que damos a eles a interpretação que queremos. Por exemplo, dificilmente alguém iria interpretar como algo bom o fato de ter perdido um voo; mas, se, horas depois de ter perdido o voo, chegar ao passageiro a trágica notícia de que o avião caiu, sua interpretação do fato certamente será a de que foi uma verdadeira sorte ter perdido aquele voo. Isto é, tudo que acontece é bom ou ruim, conforme nós interpretamos e, quando interpretamos negativamente as decisões e os fatos, a barra do estresse enche.

A meu ver, esse ciclo de dia ruim começa com uma decisão interna. Nós, mesmo que inconscientemente, logo que acordamos, decidimos o tipo de dia que queremos ter. Essa decisão se manifesta através de nossas primeiras declarações. Ao acordar às 6h da manhã, uma pessoa pode dizer coisas do tipo “Obrigado por mais um dia pra desfrutar!”, mas também pode dizer coisas como “Odeio acordar às 6h da manhã!”. A primeira declaração mostra uma disposição interna de se ter um dia maravilhoso, já a segunda, de se encarar um dia cheio de obrigações, isto é, um péssimo dia.

A próxima fase do ciclo é a de interpretações e julgamentos. Nossas interpretações e nossos julgamentos serão influenciados pela decisão interna que tomarmos. Se, ao nos levantarmos pela manhã, decidirmos que o dia será ruim, correremos o risco de interpretar e julgar os fatos, e até mesmo as pessoas, dessa perspectiva negativa. Uma pessoa dirigindo lentamente a nossa frente, por exemplo, poderá ser interpretado como provocação.

A última fase desse terrível ciclo é o que chamo de “crença do pote de ouro”. Conta a lenda que no final do arco-íris tem um pote de ouro. Porém, nós sabemos que isso não é verdade. Não existe nenhum pote de ouro no fim do arco-íris, o que de existe de fato é o arco-íris. Muitas pessoas acreditam que um dia a vida será incrível. O problema dessa crença é que na verdade o que você está acreditando é que agora sua vida é uma merda. Dessa forma, as pessoas interpretam e julgam os fatos de maneira tão ruim que não há como evitar o enchimento da barra do estresse.

A dica que dei àquela pessoa e que tenho dado a todos que se sentem presos nesse ciclo é “Foque no que realmente existe, foque no arco-íris.”. Nós temos somente uma vida para viver. O futuro não é apenas incerto, ele é inexistente. O que de fato existe é o presente, o dia atual, o agora, essa vida. Portanto, aprecie cada dia. Decida todos os dias ter um dia tão incrível quanto as cores de um arco-íris. Interprete e julgue os fatos sem a lente do rancor e do pessimismo. Acredite que a vida não deve ser a busca por um pote de ouro, mas o desfrutar da beleza de cada cor de um arco-íris.

Faz sentido pra você?

 

Assista ao vídeo:


perfil 2

            Gilson Mello


Gilson Mello é Palestrante internacional, Master Coach graduado pelo International School of Coaching (Orlando, FL) e CEO do Instituto Américas Coaching.

Buscar no Blog

Receba em primeira mão os melhores métodos e dicas
para seu crescimento pessoal e profissional!

Respeitamos sua privacidade, NUNCA enviamos spam!

nova logo IAC

          © 2017 · INSTITUTO AMÉRICAS COACHING. Todos os direitos reservados.